Catedral de cidade paulista será elevada a Santuário

A Igreja Matriz da Paróquia de São Miguel Arcanjo, localizada na cidade de Piquete (SP), e pertencente à Diocese de Lorena, será elevada à categoria de Santuário Diocesano de São Miguel Arcanjo.

Situado em uma das principais rotas de turismo religioso, o novo santuário é local de passagem de milhares de peregrinos do Santuário Nacional e de outros santuários da região como Santa Cabeça e o Santuário do Pai das Misericórdias, em Cachoeira Paulista.

Um local de peregrinação constante

Segundo o pároco da Catedral de São Miguel, Padre Fernando Sampaio, “a Matriz de São Miguel não tem sido só local de passagem de peregrinos, mas de acolhida, oração, conforto espiritual e de muitas graças para os devotos do Arcanjo. Muitas romarias são acolhidas há décadas em Piquete”.

“Um Santuário é um local de cura de almas, de uma devoção especial e de peregrinação constante de devotos de várias localidades. Muitos vêm se apresentar, pedir e agradecer a proteção do Arcanjo Miguel. É constante a presença de devotos em Piquete”, destacou.

Cerimônia de Instalação Canônica do novo santuário

A cerimônia de Instalação Canônica do novo santuário está marcada para ocorrer no dia 29 de setembro de 2022. Como preparação para este ato, será realizada uma novena de São Miguel, que contará com a presença do Bispo local, Dom Joaquim Wladimir, além de sacerdotes e Bispos convidados.

“A Igreja será dedicada, de forma especial, e reconhecida como local de especial consagração para a cura das almas, oração dos devotos e encontro com Deus e com os irmãos. Sobretudo, será um centro diocesano de evangelização, principal missão da Igreja”, ressaltou o Padre Fernando Sampaio. (EPC)

Com informações do Gaudium Press